segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Onde comprar: Garrafas coloridas de alquimista?

Se tem uma coisa que eu tenho verdadeira adoração é vidros antigos/garrafas coloridas! Eles ficam incríveis em uma decoração mais mística tanto quanto em espaços mais elaborados pensados para parecer uma casa do século XVII. Eu tenho alguns modelos por aqui e esse meu amor vem da magia que exerce sobre mim as histórias de alquimistas e laboratórios cheios de possibilidades.
Na arte muitos pintores já retrataram alquimistas em ação e ler histórias envolvendo a antiga prática de transmutar metais e fundir elementos é no mínimo instigante. Inclusive me interessei muito pelo livro de ficção fantasiosa Alquimia de Pedra e pelo Uma Breve História da Química - Da Alquimia às Ciências Moleculares Modernas, para conhecer mais à respeito.

1. The Alchemist - Edmund Dulac | 2. O Alquimista - Sir William Fettes Douglas | 3. Sem referência 4.  El alquimista - Pietro Longhi

Hoje em dia o Tumblr e o Pinterest estão recheados de imagens como estas, com laboratórios "modernos" que a gente jura que são de épocas passadas. Já encontrei inclusive tutoriais (aqui) de como envelhecer vidros transparentes com tintas específicas e deu até uma vontade de criar um DIY com algo semelhante!

"O processo alquímico é o principal trabalho dos alquimistas (frequentemente chamado de "A Grande Obra"). Trata-se da manipulação dos metais, e da fabricação da Pedra Filosofal. As matérias-primas do processo alquímico são, entre outras, o orvalho, o sal, o mercúrio e o enxofre. De um modo geral, o processo alquímico é descrito de forma velada usando-se uma complicada simbologia que inclui símbolos astrológicos, animais e figuras enigmáticas."
Fonte: Wikipédia


Minha coleção:

Eu já poderia ter muito mais do que esses, mas por falta de espaço eu prefiro não comprar mais tantos, mesmo quando encontro verdadeiras pechinchas por aí nas feiras de antiguidades. Esses que eu tenho sem rolha são um problema! Eu gostaria muito de conseguir rolhas que encaixassem neles mas é difícil, mesmo em lojas de artesanato como a Linna, em função do tamanho mesmo.

  1. Miniatura de bebida comprada nas antiguidades do Brique da Redenção
  2. Vidro encontrado no lixo
  3. Garrafinha de oléo de peroba comprada nas antiguidades do Brique da Redenção
  4. Garrafinha de farmacêutico desenterrada a vários metros abaixo da terra em obra
  5. Garrafinha estilo vintage que ganhei de presente de aniversário esse ano da minha amiga
  6. Garrafa que ganhei do meu namorado comprada em supermercado
  7. Garrafinha decorativa comprada nas antiguidades do Brique da Redenção
  8. Pote de vidro comprado em loja de R$1,99

Onde comprar?

Procurando por aí selecionei opções de onde comprar vidros coloridos, a garrafinha roxa com tampa de rolha eu tenho mas como dá para ver tem diversas outras cores e pelo menos aqui em Porto Alegre é super fácil de achar em lojas de decoração (com mil coisas vindas da China) e até no supermercado. E coloquei opções do Mercado Livre aonde dá para achar vidros em diversos formatos e de décadas passadas também.

  1. Jogo com 6 garrafinhas vintage
  2. Garrafas Coloridas Tipo Indiana C/ Tampo Em Vidro 600ml
  3. Garrafas Coloridas Tipo Indiana C/ Rolha 600ml Varias Cores
Espero que tenham curtido mais essa opção para dar uma vibe mística em casa :)
Beijos!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Look: Van Morrison "Into The Mystic"

Bom, na falta de um kimono porque não usar um xale com detalhes florais e franjas esvoaçantes? Eu realmente curti muito o resultado dessa combinação, preto e acessórios são sempre minha cara e eu não vejo a hora de tacar tinta escura nesse cabelo de novo :P
Aproveito hoje o look para agradecer a blusa que ganhei da marca Persephone Dark Clothes pela sessão fotográfica que fiz para eles com a modelo e bailarina Holle Carogne, quem não conhece a marca e está procurando peças no estilo dark vale a pena conferir :)

Blusa: Persephone Dark Clothes | Saia floral: Brechó na Usina do Gasômetro | Bota: Bottero | Xale: Brechó | Cinto: Mercado Vintage | Bolsa: Aliexpress | Bracelete de cobra: Shopping Total









E como prometido no último vlog aqui vão fotos da bolsa comprada no Aliexpress estilo messenger, só amor para ela *-*




Quem não conhece Van Morrison favor se dirigir ao vídeo mais próximo <3

"Let your soul and spirit fly into the mystic...
 I want to rock your gypsy soul 
Just like way back in the days of old 
Then magnificently we will float into the mystic..."


Beijos!

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Rotaroots: Analisando meu blog

Essa postagem faz parte dos temas de outubro do Grupo RotarootsSegue os links do Blog e do Facebook para você saber do que se trata :)

Quando eu tinha quinze anos conheci uma menina um pouco mais velha que fazia muito sucesso no colégio pelo estilo e pelas opiniões. Ficamos amigas e um dia ela me disse que o estilo dela era algo meio "Hippie Punk Rajneesh", o nome de uma música da banda gaúcha Os Replicantes. Eu, que naquela época era uma "roqueira" a dois anos, só sabia que vestir preto e camisetas de banda era minha maior vontade. Com o tempo aquela menina se tornou minha melhor amiga e o estilo dela acabou mudando mas aquela semente que ela plantou em mim ficou e dura até hoje. 


O resultado é que hoje eu sou uma mistura de estilos e referências e o nome desse blog surgiu daquela nossa conversa de dez anos atrás. Como de punk eu posso dizer que não tenho nada adaptei a coisa para "grunge" já que me identifico mais tanto pelo som como pelo estilo.

É claro que aqui é um espaço de criatividade para mim, eu uso o blog como uma ferramenta de divulgação de mim para mim mesma... o que significa que eu gosto de ver posts antigos e gosto de saber como eu era ou estava tempos antes quando escrevi algo. Ele pode ser uma espécie de diário de estilo de vida como também um espaço onde encontro pessoas que se identificam com meus gostos e minhas escolhas. 


Durante muito tempo eu pensei em cursar moda mas o bichinho da filosofia me picou e falou mais alto. Ainda sim moda para mim é o reflexo de tudo o que compõe minha personalidade e mais do que isso, é o quanto eu admiro a beleza. Sim, porque cada peça que eu compro em um brechó ou mesmo em uma feira de artesanato hippie é amada por mim durante muito tempo, é quase uma relação de contemplação. Quando já não me identifico mais com uma peça ou não mais a admiro, passo adiante para que outras pessoas possam amar tanto quanto um dia eu a amei.

O blog serve como um organizador das minhas referências, sejam elas na moda, na literatura, no cinema, em qualquer lugar onde eu consigo me encontrar. Muitas vezes estou sem inspiração e confesso que não consigo criar uma rotina de postagens específicas para cada dia da semana, pelo simples fato de que para mim tudo tem que ser muito orgânico, muito "do momento". Se não ele não seria o meu diário favorito! 


O que eu posso dizer é que nesses últimos dez anos a mistura de coisas que eu curti resultaram numa pessoa cheia de bijuterias e panos esvoaçantes, com o forte desejo de juntar coisas do mundo inteiro, de viajar de moto e de trem, de ter um brechó dentro de uma kombi, de continuar garimpando pelo prazer da descoberta de preciosidades no meio da poeira, de decorar paredes e mais paredes com as coisas místicas que me identificam e de espalhar frases dos meus autores favoritos que me ensinam tanto. O blog me ajuda muito a mostrar tudo isso e a inspirar outras pessoas de alguma forma também :)


"Comprei uma moto velha toda coxa 
Uma mochila cheia de pedrinha roxa..."


Beijos!

Pin It button on image hover